“Perdoa o teu irmão!”: muitos pais repetem esta ordem quando os filhos brigam, achando que o perdão é uma espécie de consequência automática de apenas pedir e pronto. No entanto, o verdadeiro perdão depende da nossa real vontade de perdoar. Aliás, depende só dela: podemos inclusive perdoar um agressor que nem está arrependido (assim como também [...]

Read More →